quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Sinspmar e servidores apertam o cerco contra o governo de Fernando Jordão

Em assembleia, funcionalismo decide organizar intervenções políticas para pressionar a prefeitura quanto ao dissídio deste ano; servidores formam grupo na intenção de criar estratégias de luta     


O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Angra dos Reis – Sinspmar, em assembleia realizada ontem, na sede do Sindicato dos Estivadores, no Centro, recebeu várias sugestões oferecidas pelo funcionalismo presente, relacionadas a estratégias de luta perante a prefeitura, que segue oferecendo 0% de reajuste salarial e deixando de pagar o PCCR e as horas extras de 2016, entre outras questões.

A assembleia foi realizada às 18h. O presidente do Sinspmar, Siderley Marques, fez a abertura do evento, fazendo um resumo sobre como a atuação do sindicato vem sendo pautada. Em seguida, o advogado da entidade, José Antônio, falou sobre as ações judiciais que já estão em andamento, oferecidas pelo jurídico do sindicato. “Temos quatro ações ajuizadas. Duas relacionadas aos fiscais, uma referente ao PCCR e uma quanto ao dissídio. E no início de setembro teremos mais ações”, informou o advogado.

Quanto à ação do reajuste salarial, José Antônio explicou que ainda está sendo discutida a gratuidade de justiça, mas que, apesar da demora de quase 90 dias, é importante que a ação seja feita de maneira correta. Ao final das explanações do advogado, a diretoria do Sinspmar abriu espaço à fala dos servidores.

Os servidores aprovaram, por meio de votação, a criação de novos atos de protesto para pressionar o prefeito Fernando Jordão e seus secretários quanto a várias reivindicações do funcionalismo que nada tem a ver com benefícios para a categoria, mas com direitos conquistados com muita luta e garantidos pela Lei Orgânica Municipal. Também foi votada a criação de uma comissão de servidores para criar, junto ao sindicato, estratégias para pressionar o prefeito que hoje arbitra mais um desgoverno. Os servidores querem o que é justo e de direito de todos.




 
Diretores do Sinspmar e servidores em assembleia

Nenhum comentário:

Postar um comentário