segunda-feira, 7 de julho de 2014

SINSPMAR em reunião com os representantes de cargos do PCCR

Servidores puderam expor dúvidas relacionadas às questões legais referentes ao novo PCCR 
No dia 2 de julho, quarta-feira, 20 representantes de cargos da Prefeitura de Angra participaram de mais uma reunião relacionada à produção do novo Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR). O encontro aconteceu às 18h, na atual sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Angra dos Reis. Mais uma vez, falou-se da importância da união dos servidores e formalização de suas propostas, para que não aconteça novamente a valorização de apenas de alguns cargos, já que todos estão lutando por um novo PCCR.

Fizeram-se presentes os representantes dos operadores de trânsito, agentes de controle de vetores, odontólogos, psicólogos, assistentes sociais, zeladores, auxiliares de recreação, auxiliares de berçário, arquitetos e urbanistas, recepcionistas, agentes fiscais e procuradores. 

Foi debatida a proposta dos Operadores de Trânsito, sobre o reconhecimento de seus cursos técnicos para a mudança de referência – do Nível Fundamental para o Nível Médio –, mudança da nomenclatura para agente de trânsito e outras melhorias para sua categoria; a jornada de trabalho dos psicólogos e assistentes sociais, conforme está definido nas leis regentes; as atribuições dos agentes de controle de vetores e sua proposta; o quão é importante a preocupação com as gratificações que não serão incorporadas à aposentadoria do servidor e muitas outras questões sinalizadas pelos representantes.

As reuniões seguem muito mais esclarecedoras, contando agora com a presença do assessor jurídico Márcio André da Silveira. A construção desse novo projeto caminha para o sucesso, e é preciso que os servidores se reconheçam nesse espaço de luta.

 
A reunião contou com a equipe do SINSPMAR e o assessor jurídico relativo ao PCCR, Márcio André da Silveira - no centro




sexta-feira, 27 de junho de 2014

Recesso dos servidores está garantido

Em reunião com diretores do SINSPMAR, prefeita reabre diálogo sobre reposição dos dias de greve
 
Diretores do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Angra dos Reis (SINSPMAR) participaram ontem, quinta, 26 de junho, de uma reunião com a prefeita Conceição Rabha, na intenção de discutir o calendário de reposição dos dias de greve estipulado pelo governo. A conversa, iniciada ao final da tarde, teve mais de quatro horas de duração, mas surtiu efeito: a prefeita reabriu o diálogo com os servidores a respeito do tema, garantindo que o recesso do funcionalismo será respeitado.

Acompanhada de secretários municipais e advogados do governo, Conceição entendeu o posicionamento do SINSPMAR quanto à necessidade de retomar o debate com os servidores. Novamente, a diretoria do sindicato expôs aos representantes da prefeitura que a greve foi pautada pela legalidade e pelo respeito ao poder público, o que, por sua vez, estaria em desacordo com a imposição de um calendário sem qualquer tipo de consulta aos servidores.

Ao final da reunião, ficou decidido que os trabalhadores que participaram da greve terão seu recesso respeitado. Uma assembleia com a participação do SINSPMAR, da Prefeitura de Angra e do funcionalismo também será organizada, para discutir maneiras de chegar a um consenso quanto ao tema sem que haja prejuízo ao servidor que aderiu ao movimento e, por conseguinte, conquistou vitórias trabalhistas para todos, sem exceção.

O sindicato ainda questionou a publicação do B.O do dia 13 de junho – sexta-feira –, onde foram apresentadas modificações de leis referentes ao Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR). Na última quarta-feira, 25, o SINSPMAR, junto com a comissão de representantes dos cargos, repudiou a ação por esta não ter sido pauta do grupo de trabalho instituído pela própria prefeitura. As categorias profissionais que fazem parte do PCCR não podem ser favorecidas de maneira isolada, já que existe uma comissão trabalhando arduamente em cima do tema. A valorização dos servidores tem que ocorrer, mas de forma coletiva.

Diretores do SINSPMAR em reunião com a prefeita Conceição Rabha





quarta-feira, 25 de junho de 2014

SINSPMAR em reunião com o secretário de Governo

Diretores do Sindicato dos Servidores Municipais de Angra dos Reis (SINSPMAR) participaram de uma reunião na tarde de terça-feira, 24 de junho, com o secretário de Governo Robson Marques, na intenção de transmitir à prefeitura as deliberações da última assembleia realizada pela entidade.

O encontro aconteceu na sede da Secretaria de Governo. Ainda nesta semana, de acordo com informações do próprio secretário de Governo, uma nova reunião será marcada entre representantes da prefeitura e do SINSPMAR.

Diretores do SINSPMAR em reunião com o secretário de Governo da Prefeitura de Angra

sábado, 21 de junho de 2014

Servidores contrários ao autoritarismo da prefeitura

Em assembleia, funcionalismo decide não cumprir calendário de reposição de dias de greve imposto pelo governo municipal
 
Mais de 150 servidores participaram na tarde de quarta-feira, 18 de junho, da assembleia realizada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Angra dos Reis (SINSPMAR), na intenção de discutir o calendário imposto pela prefeitura quanto à reposição dos dias de greve. Amparados pela realização de um movimento responsável, o funcionalismo decidiu, por meio de votação, que não compactuará com a postura arbitrária do governo, já que não existe decisão judiciária sobre o assunto.

Além da participação de todos os diretores do SINSPMAR, o evento também contou com a presença de membros do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ (Sepe), haja vista que grande parte dos profissionais prejudicados pelo calendário criado pela prefeitura é da área educacional.

Em votação, os servidores decidiram que sem decisão jurídica, não procede a postura arbitrária de exigir reposição dos dias. Eles também votaram pela notificação do SINSPMAR quanto a qualquer proposta de reposição. O sindicato também deverá ser procurado imediatamente pelo funcionalismo caso algum servidor seja penalizado pelo governo.

Quanto aos educadores, o encaminhamento continua sendo o de iniciar imediatamente a reposição dos conteúdos, conforme deliberação da assembleia realizada no dia 28 de maio.

Durante as explanações dos diretores do SINSPMAR, a presidente da entidade, Ana Maria Bezerra Barbosa, explicou que o sindicato não recebeu qualquer notificação sobre processos pedindo ilegalidade da greve ou reposição dos dias. “Se houver alguma decisão judicial, quem tem que ser comunicado é o SINSPMAR. Ainda assim, vamos negociar. Não podemos permitir ilegalidades como o trabalho no sábado e no domingo sem hora extra”, declarou Ana, antes de completar. “A prefeita tem que ser a guardiã da Lei Orgânica Municipal. Quem julgará se está havendo descumprimento da lei é a Câmara Municipal, onde ela foi instituída.”

O SINSPMAR vai enviar os encaminhamentos aprovados na assembleia ao governo municipal. Também produzirá uma carta à população e aos pais de alunos, explicando as arbitrariedades que o funcionalismo vem sofrendo por parte da prefeitura.

A presidente do SINSPMAR, Ana Maria Bezerra Barbosa, falando aos servidores durante a assembleia