sexta-feira, 17 de abril de 2015

CARTA ABERTA PARA A POPULAÇÃO DE ANGRA DOS REIS DE REPÚDIO AO GOVERNO MUNICIPAL


Governantes desocupados declaram guerra ao servidor

Incapaz de restabelecer o diálogo com o funcionalismo, prefeita do Partido dos Trabalhadores obriga trabalhadores a desocupar prédios públicos; assembleia delibera pela continuação da greve

Em assembleia organizada ontem, quinta-feira, 16 de abril, no Clube Comercial, os servidores decidiram manter a greve e intensificar os protestos relacionados à desvalorização do funcionalismo por parte da prefeitura, que ofereceu um reajuste anual de 0% aos trabalhadores e segue atrasando o salário da categoria.

Os servidores aprovaram diversas propostas: enterro simbólico do governo municipal nesta sexta-feira, à tarde, em frente à prefeitura; publicação de carta à população com nota de repúdio ao governo municipal; não manter acampamento; cobrança de apoio aos vereadores; produção de faixa com comparativo entre os gastos de Angra e Barra Mansa em relação ao lixo; continuação dos protestos na frente da prefeitura; confecção de um panfleto contundente sobre a greve; pedido de redução do número de assessores e do valor das diárias dos assessores; realização de assembleia no dia 27 de abril, segunda-feira; mudança no horário das assembleias – 14h30/15h; organização de passeata após o feriado; sistema de som de qualidade para as manifestações; produção de um jornal a respeito da greve; cobrança de datas das exonerações dos cargos comissionados; realização de protestos em outros bairros de Angra; organização das ações da greve de forma estratégica, para não anunciar ao governo o que será feito; publicação da data das medidas do pacote do governo no B.O; explicitação imediata relacionada à economia a ser conquistada com o pacote de medidas do governo; cumprimento da Lei Orgânica Municipal; garantia de que o governo não cortará o ponto dos servidores e dos empregados públicos; retirada, por parte da prefeitura, do recurso relacionado aos descontos da greve de 2014; garantia de que não haverá retaliação aos servidores em estágio probatório e aos empregados públicos.

Servidores incomodam governo: incomodados que se mudem

Através de mandado liminar de reintegração de posse e citação, o governo desocupou a sede da prefeitura, ocupada de forma ordeira pelos servidores desde segunda-feira, 13 de abril. A ação aconteceu na parte da manhã, mas os servidores não se abalaram: do Palácio Raul Pompeia, eles seguiram para a Secretaria de Educação, na Rua Marques de Tamandaré, no Centro, ocupando também o local.
Um pouco antes da assembleia marcada às 18h, os servidores que ocupavam a Educação entraram em contato com aqueles que participariam do evento, avisando que a prefeitura havia conseguido outra liminar, ainda mais abrangente, que impedia a ocupação de qualquer prédio público.
O apoio do funcionalismo aos servidores que ocupavam o prédio foi tão rápido quanto à velocidade que a liminar foi concedida. Junto dos diretores do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Angra dos Reis (SINSPMAR), o funcionalismo acompanhou a saída dos trabalhadores do prédio, organizando a chamada “passeata dos colchões”, quando os servidores rumaram para a assembleia carregando colchonetes, travesseiros e colchões pelas ruas da cidade, sendo aplaudidos pelos moradores.

Próximas ações

Os servidores organizarão hoje, sexta-feira, 17 de abril, o enterro simbólico do governo municipal. O ato acontecerá às 14h, em frente à prefeitura. Na segunda-feira, 27 de abril, o funcionalismo vai se reunir novamente, para discutir os rumos da greve numa assembleia no Clube Comercial, às 14h30.


 
Servidores em assembleia no Clube Comercial

Vídeo SINSPMAR - Passeata, manifestação, acampamento.

Servidor, assista o video do SINSPMAR, que mostra a nossa passeata.
Click no link abaixo.

https://www.youtube.com/watch?v=jgOHBAo8NUA