quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Feliz Dia do Professor!

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Angra dos Reis (SINSPMAR) parabeniza a todos os professores neste dia tão especial. Sem a dedicação, a inteligência, a competência e o carinho de nossos mestres, não seriamos quem somos hoje.


Funcionalismo aprova a prestação de contas do SINSPMAR


Em assembleia realizada no Clube Comercial também foram debatidos os benefícios oferecidos pelo sindicato e a organização da próxima festa dedicada aos servidores sindicalizados


Dezenas de servidores sindicalizados participaram na última quarta, 8 de outubro, de uma assembleia organizada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Angra dos Reis (SINSPMAR) com o objetivo de prestar contas sobre as ações efetuadas pelo sindicato em 2013.
O evento, que aconteceu ao final da tarde, no Clube Comercial, foi iniciado com a fala da presidente do SINSPMAR, Ana Maria Bezerra Barbosa, que estava acompanhada dos demais diretores da entidade. Ela disse que, além da prestação de contas, a assembleia também tinha como pauta a discussão sobre os benefícios oferecidos pelo sindicato, a organização da festa do servidor em 2014 e a escolha de um novo membro para o conselho fiscal.
A prestação foi iniciada com as palavras da contadora do SINSPMAR, Márcia Cardoso Neves. Através de uma tabela exposta no telão, que detalhava as receitas e as despesas relativas ao sindicato, ela explicou todo o processo, respondendo, quando necessário, às dúvidas dos servidores. Em relação às receitas totais do SINSPMAR, em 2013, o valor ficou em R$ 1.798.212, 68; quanto às despesas, as cifras ficaram em R$ 1.466.119, 17.
Coube à primeira secretária do sindicato, Mara Christina, a explanação a respeito dos patrimônios do sindicato. Mara destacou que a sede administrativa do SINSPMAR assumida pela atual diretoria estava sem escritura e com grau de risco dois, segundo dados da Defesa Civil. O imóvel também estava insalubre, sem seguro e manutenção predial, além de apresentar consultórios irregulares. Hoje, a escritura da sede está regularizada. O prédio está vazio, pronto para ser reformado. O projeto arquitetônico do imóvel foi finalizado, e o sindicato está cotando orçamentos para a reforma.
A Casa do Servidor, na Praia do Anil, sede temporária do SINSPMAR, também não possuía escritura quando a atual diretoria do sindicato assumiu o mandato. Hoje a situação já está regularizada. A entidade também possui três veículos – uma Kombi e dois Cobalts. Eles estão com a documentação em dia, assim como o seguro dos automóveis.
Ao final das explanações de Mara, a diretora social do SINSPMAR, Maria Aparecida dos Remédios, apresentou a prestação de contas relativa à Festa do Servidor 2013, cujos gastos chegaram ao valor de R$ 164.282, 58. Em 2014, a festa acontecerá no dia 29 de novembro. Através de votação, os servidores decidiram o valor máximo que será investido no evento deste ano, de R$ 100 mil, assim como quem estará apto a participar do evento. Em votação, o funcionalismo deliberou que apenas os servidores sindicalizados e seus dependentes participarão da festa.
O servidor Flaviano Uchôa também foi escolhido, por voto, para substituir Tiago, um membro do conselho fiscal que solicitou seu desligamento por estar cedido à justiça. Quanto às discussões relativas ao serviço de odontologia disponível aos sindicalizados, o funcionalismo aprovou que o SINSPMAR deve verificar a necessidade de novos atendimentos e investimentos no serviço, que vem recebendo grande procura. Através de uma pesquisa que o sindicato se prontificou a fazer, será estudada também a necessidade de contratação de outro dentista.

Servidores participam da prestação de contas do SINSPMAR

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Plenária final da 1ª Conferência Municipal de Servidores e Empregados Públicos da PMAR

Evento organizado pelo SINSPMAR serviu para que delegados e suplentes da conferência votassem propostas específicas dos cargos 

Mais de 50 servidores que atuaram como delegados e suplentes na 1ª Conferência Municipal de Servidores e Empregados Públicos da PMAR, realizada nos dias 16 e 17 de setembro, participaram ontem, 1 de outubro, da plenária complementar ao evento, organizada para a apreciação e posterior votação das propostas específicas dos cargos.

A plenária, efetuada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Angra dos Reis (SINSPMAR), aconteceu às 17h30, no Clube Comercial, no Centro. Durante o evento, a diretoria do sindicato fez a leitura do caderno de propostas específicas, sendo acompanhada pelos delegados e suplentes que, quando necessário, defendiam seus pontos de vista relativos aos destaques estipulados a determinadas propostas. Ao final das explanações, eles votavam a favor ou contra as modificações, partindo para as próximas questões.

O evento transcorreu de forma tranquila, com a diretoria do SINSPMAR e os servidores presentes debatendo as questões com seriedade e olhar crítico. Com a finalização das ações ligadas à conferência, os trabalhos não cessam, mas o funcionalismo fica cada vez mais próximo de possuir um Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) justo, produzido pelos servidores.


 
Servidores participam da plenária complementar organizada pelo SINSPMAR, no Clube Comercial




Novo atraso nos salários dos servidores gera protesto do SINSPMAR

Na parte da manhã, diretores do sindicato foram à câmara divulgar o que vem acontecendo com o funcionalismo; na hora do almoço, eles organizaram um protesto em frente à sede da prefeitura

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Angra dos Reis (SINSPMAR) foi às ruas na terça-feira, 30 de setembro, dia que, de acordo com a Lei Orgânica Municipal, a prefeitura deveria ter efetuado o pagamento do funcionalismo. Por mais uma ocasião, o governo desrespeitou a lei, prometendo depositar os salários dos servidores até sexta, dia 3 de outubro. 

Na parte da manhã a presidente do SINSPMAR, Ana Maria Bezerra Barbosa, e seu vice, Flaviano Eugênio, participaram da sessão ordinária da câmara dos vereadores. Eles tiveram a oportunidade de falar sobre a questão. “Venho a esta casa porque o trabalho dos vereadores é fiscalizar também o poder executivo. Estamos aqui em protesto pelo atraso no pagamento dos salários dos servidores públicos, que acontece há quatro meses. Junho e julho, os servidores receberam no dia 5; em agosto receberam no dia 3, assim como vai ser em setembro. Quando temos uma injustiça como essa acontecendo, é importante que o legislativo esteja observando”, declarou a presidente do SINSPMAR, que também frisou o fato de a arrecadação da prefeitura estar em franco crescimento.

Após as explanações de Ana Maria, o vice do sindicato, Flaviano Eugênio, também falou a respeito dos atrasos. “Quero falar da indignação em relação à prefeitura quanto ao atraso do pagamento e o desrespeito com os servidores. Em mais de 25 anos de prefeitura, o salário nunca foi atrasado. Isso faz com que o servidor perca o crédito com o comércio. Outra coisa: coloquei uma faixa na entrada da prefeitura e um cidadão que é cargo comissionado arrancou a faixa. O que foi falado é que a faixa não tinha o nome da instituição responsável, por isso, não poderia ter sido estendida. Mas a faixa não estava ali sozinha. Eu estava ali como vice-presidente do sindicato”, explicou Flaviano.

Protesto em frente à prefeitura

Após a participação da presidente do SINSPMAR e seu vice na sessão ordinária da câmara, eles se juntaram a outros diretores do sindicato, às 12h, na frente da prefeitura. Com caixas de som e microfone, organizaram várias falas em protesto ao atraso dos salários do funcionalismo. “Será que vamos ter que entrar na justiça para receber nossos salários? Quando é que vamos receber nosso 13º? É obrigação de todo patrão pagar os salários em dia. Os cofres da prefeitura não estão vazios. Temos que honrar com os nossos compromissos. Trabalho na prefeitura há mais de vinte anos, e nunca aconteceu de não recebermos até o último dia do mês. É um absurdo o que está acontecendo hoje”, declarou Ana Maria.

A 1ª secretária do sindicato, Mara Christina M. Freire, também protestou. “O servidor está exausto, e o sindicato não vai se acovardar. O SINSPMAR está com um processo na justiça solicitando ‘obrigação de fazer’ ao governo municipal. Onde já se viu isso: uma prefeitura ter que responder a um processo para ser obrigada a cumprir a Lei Orgânica Municipal? Nós também estamos com representação no Ministério Público. O trabalhador precisa ser respeitado, e o servidor público mais ainda”, afirmou Mara.

O SINSPMAR, mais uma vez, seguirá tomando todas as medidas cabíveis, inclusive jurídicas, para que os servidores não sejam penalizados por uma gestão dos recursos financeiros no mínimo “confusa”.

 
A presidente do SINSPMAR, Ana Maria, durante explanação na câmara